PRÉVIA (n.t.) 16º

Sonetos | Sonnets
William Shakespeare

O texto: Os sonetos formam um conjunto de 154 poemas, dividido em dois ciclos: o primeiro, que vai até o 126, é dedicado ao lovely boy; o segundo, à dark lady. A identidade dessas figuras (ou mesmo sua existência) ainda hoje é alvo de debates, embora se aceite Henry Wriothesley, conde de Southampton e mecenas de Shakespeare, como o destinatário mais provável da primeira parte. O conjunto foi publicado pela primeira vez em 1609, pelo editor Thomas Thorpe, possivelmente sem a anuência do autor. Aqui, apresenta-se a tradução dos sonetos 18, 20, 40, 42, 108 e 126.
Texto traduzido: Shakespeare, W. “Sonnets”. In. The complete works of William Shakespeare. New York: Barnes & Noble, 1994, pp. 1225-1244.

O autor: William Shakespeare (1564-1616), poeta e dramaturgo inglês, é considerado um dos escritores mais relevantes da literatura universal. Embora tenha se tornado célebre por seu teatro, sua obra também inclui outros gêneros, além dos sonetos, como os livros de poesia Venus and Adonis e The rape of Lucrece.

O tradutor: Emmanuel Santiago, poeta e crítico literário, é autor de Pavão bizarro (poesia) e A narração dificultosa (crítica) e doutor em Literatura Brasileira pela Universidade de São Paulo.



☞ SHAKESPEARE, William. Sonetos|Sonnets.
Trad. Emmanuel Santiago. (n.t.), n. 16, v. 1, jun. 2018, pp. 91-103.


© (n.t.) Revista Literária em Tradução
ISSN 2177-5141