PRÉVIA (n.t.) 1º

O Fantasma de Abel | The Ghost of Abel
William Blake

O texto: The Ghost of Abel é descrito por Essick & Viscomi como “um drama em prosa altamente poético”. Elementos gráficos levam a crer, porém, que se trata mais precisamente de uma peça versificada, com metro irregular. De modo que o original pode ser lido como texto versificado. O texto é endereçado a Lord Byron, não deixando dúvida de ter sido escrito como resposta a Cain: A Mystery, drama publicado em dezembro de 1821. Isso é um indicativo de que Blake se interessava pela produção de seus contemporâneos e não era um poeta isolado na tradição, como muitas vezes se acredita. Um dos motivos desta tradução é chamar atenção para esse fato. As cópias existentes de The Ghost of Abel (cinco no total) foram gravadas e impressas em 1822. A reprodução das páginas ilustradas da cópia A deste drama curto é cortesia da Rosenwald Collection, Library of Congress.
Texto traduzido: Blake, William. Blake's Illuminated Books, Vol. 5 - Milton a Poem and the Final Illuminated Works. (General Editor: David Bindman.) Edited with Introductions and Notes by Robert N. Essick and Joseph Viscomi. Princeton: Princeton University Press/The William Blake Trust, 1993.

O autor: William Blake (Londres, 1757-1827) foi poeta, pintor e gravurista. A principal parte de sua obra poética é formada por livros proféticos que combinam texto e ilustração segundo uma técnica rara de gravura desenvolvida pelo autor. Entre os trabalhos que realizou sob o ofício de gravurista estão ilustrações para a Divina Comédia de Dante e para o Paraíso Perdido de Milton.

A tradutora: Juliana Steil é doutoranda na Universidade Federal de Santa Catarina, onde desenvolve pesquisa sobre a tradução da poesia de William Blake.



☞ BLAKE, William. O Fantasma de Abel | The Ghost of Abel. Trad. Juliana Steil.
Ilustrações de William Blake. (n.t.), n. 1, v. 1, set. 2010, pp. 158-164.


© (n.t.) Revista Literária em Tradução
ISSN 2177-5141