PRÉVIA (n.t.) 11º

Peter Rugg, o desaparecido | Peter Rugg, the Missing Man
William Austin

O texto: “Peter Rugg, the Missing Man” foi um dos textos pioneiros na tradição norte-americana de contos e novelas fantásticos, mais conhecida no Brasil pelas obras de Hawthorne, Allan Poe e Lovecraft. Foi publicado em três partes entre 1824 e 1827 nas páginas do The New England Galaxy, transformando-se imediatamente em lenda urbana; muitos de seus leitores enviaram cartas ao jornal pedindo mais informações sobre o paradeiro do misterioso homem que vagava havia décadas atrás de sua terra natal.
Texto traduzido: Austin, James Walker (ed.). “Peter Rugg, the Missing Man”. In. Literary Papers of William Austin. Boston: Little, Brown, and Company, 1890, pp. 3-40.

O autor: Advogado norte-americano de carreira relativamente estável, William Austin (1778-1841) não chegou a nutrir pretensões de ser lembrado como escritor. Além de Peter Rugg, publicou contos em jornais da Nova Inglaterra; devemos a edição de seus escritos completos e notas biográficas a seu filho e neto. Sem eles, muito provavelmente o autor seria, como sua célebre personagem, um desaparecido da literatura norte-americana.

O tradutor: Felipe Vale da Silva é doutorando do programa de Literatura Alemã da Universidade de São Paulo. Traduziu recentemente Das Mädchen von Oberkirch, de Goethe.



☞ AUSTIN, William. Peter Rugg, o desaparecido | Peter Rugg, the Missing Man.
Trad. Felipe Vale da Silva. (n.t.), n. 11, v. 2, dez. 2015, pp. 222-278.


© (n.t.) Revista Literária em Tradução
ISSN 2177-5141