PRÉVIA (n.t.) 2º

Epigramas Bélicos | Επιγραμματα
Simônides de Ceos

O texto: O texto traduzido nessa antologia engloba 27 epigramas bélicos atribuídos a Simônides de Ceos. Eles cobrem de maneira sistemática eventos históricos importantes entre 514 e 450 a.C. Aí incluídos o epigrama dos Tiranicidas, as principais batalhas travadas durante as Guerras Médicas, como Maratona, Termópilas, Cabo Artemísio, Salamina e Plateia. Esta última representada, além do mais, pela recente descoberta do poema elegíaco que a comemora (Fr. 10-16 W2).
Texto traduzido: Page, D. L. Further Greek Epigrams. Oxford: OUP, 1980, e para a elegia de Plateia, West, M. L. Iambi et Elegi Graeci ante Alexandrum Cantati, 2ª ed., Oxford: OUP, 1998.

O autor: “Simônides, filho de Leoprepes e habitante de Iulis, uma cidade na ilha de Ceos, foi poeta lírico depois da geração de Estesícoro. Era chamado ‘melicertes’ por causa da doçura de sua poesia. Também foi o criador de uma arte da mnemônica e, além disso, inventou as vogais longas e a terceira nota da lira. Nasceu na 56ª Olimpíada [c. 556-3 a.C.], embora alguns escrevam na 62ª [c. 532-29 a.C.], e viveu até a 76ª [c. 475 a.C.], tendo chegado aos 89 anos de idade. Escreveu, no dialeto dórico, O Reino de Cambises, Dário e a Batalha Marítima de Xerxes; escreveu a Batalha Naval do Cabo Artemísio em versos elegíacos e a Batalha Naval de Salamina em versos líricos. Escreveu ainda lamentos, encomia, epigramas, peãs, tragédias e outras coisas mais” (Verbete do Suda Σ ϲ 439, ed. Adler).

O tradutor: Robert de Brose é professor assistente de língua e literatura gregas da Universidade Federal do Ceará e mestre em Letras Clássicas pela Universidade de São Paulo, com a dissertação Os Fragmentos Atenienses de Simônides: um estudo das fontes epigráficas anteriores a 480 a.C. Desenvolve, atualmente, pesquisa em lírica grega arcaica no Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas (USP), com futura tese sobre as odes sicilianas de Píndaro. Tem interesse na pesquisa em língua e literatura greco-latina e na linguística e poética do protoindo-europeu.



☞ SIMÔNIDES (de Ceos). Epigramas Bélicos | Επιγραμματα.
Trad. Robert de Brose. (n.t.), n. 2, v. 1, mar. 2011, pp. 34-51.


© (n.t.) Revista Literária em Tradução
ISSN 2177-5141