PRÉVIA (n.t.) 8º

A Cantilena de Santa Eulália | La Cantilène de Sainte Eulalie
Anônimo

O texto: A Cantilena de Santa Eulália foi o primeiro texto poético escrito em uma língua românica, o francês antigo, datando de cerca de 800 d.C. Escrita por um anônimo e inspirada num hino do poeta latino cristão Prudêncio (em Peristephanon), narra o martírio de Santa Eulália de Mérida (c. 292-304 d.C.), perseguida e morta pelos imperadores romanos Diocleciano e Maximiano por se recusar a abjurar o cristianismo. Composta por 29 versos decassílabos, uma de suas inovações em relação à poesia latina foi a introdução da rima entre as palavras ao final dos versos, sendo esse recurso largamente usado na poesia e música modernas. Atualmente o manuscrito ao qual pertence se encontra na Biblioteca Municipal de Valenciennes, na França.
Texto traduzido: Cantilène de sainte Eulalie, texte roman, ms. du IXe s.: Bibliothèque de Valenciennes, no. 150, fol. 141v.

O tradutor: Henrique Martins de Morais cursa mestrado em linguística na Universidade de São Paulo, sendo licenciado em história pela UFMG. Em suas pesquisas, estuda a fonética e a fonologia de línguas antigas como o francês medieval, eslavo eclesiástico e latim vulgar, estabelecendo relações entre escrita e fala, grafemas e fonemas.



☞ ANÔNIMO. A Cantilena de Santa Eulália | La Cantilène de Sainte Eulalie.
Trad. Henrique Martins de Morais. (n.t.), n. 8, v. 1, mar. 2014, pp. 350-354.


© (n.t.) Revista Literária em Tradução
ISSN 2177-5141