PRÉVIA (n.t.) 12º

Em busca da base e do topo
Rechérche de la base et du sommet

René Char

O texto: É no período em que Char atua como soldado da Resistência Francesa na 2ª Guerra Mundial que nasce Em busca da base e do topo, livro publicado quatro vezes, entre 1955 e 1983. A palavra escrita, como a própria resistência, concebeu o movimento da obra, seja quanto à temática, seja quanto ao formato heterogêneo dos textos. O título descreve a enigmática busca de Char pelo sentido de sua escrita e existência. Esta seleção apresenta oito textos representativos da obra, cuja tradução busca manter as inusitadas construções verbais e a priorização do significado das imagens e frases.
Texto traduzido: Char, René. Rechérche de la base et du sommet. In: Œuvres complètes. Paris: Gallimard, 1983.

O autor: René Char (1907-1988) é considerado um dos maiores poetas franceses do século XX. Participou do movimento surrealista em Paris, foi capitão da Resistência Francesa durante a invasão nazista e militante contra a energia nuclear. Se os conflitos do século XX confrontam o poeta, a palavra escrita é seu oximoro, em seu desejo de lucidez. Sua poesia, moderna e inusitada em forma e conteúdo, permeia-se na tradição filosófica grega e no modelo das máximas de La Rochefoucauld. Considerado hermético, traduzi-lo foi interesse de nomes como Samuel Beckett, Paul Celan, Paul Auster e William Carlos William. No português permanece pouco traduzido.

A tradutora: Amanda Guimarães Gabriel é bacharel em Estudos Literários pela UNICAMP. Em Paris, estudou Literatura Geral e Comparada na Université Paris 3, Sorbonne Nouvelle. Reside, atualmente, na cidade sueca de Malmö, onde cursa mestrado, na Malmö Högskola.



☞ CHAR, René. Em busca da base e do topo | Rechérche de la base et du sommet.
Trad. Amanda Guimarães Gabriel. (n.t.), n. 12, v. 1, jun. 2016, pp. 173-189.


© (n.t.) Revista Literária em Tradução
ISSN 2177-5141