PRÉVIA (n.t.) 13º

Epigramas | Ἐπιγράμματα
Nósside de Lócria

O texto: Recolhidos da Antologia Grega, os doze epigramas compostos por Nósside versam sobre temas distintos. Do erotismo à descrição de objetos artísticos e religiosos, os poemas, compostos em duas estrofes de dísticos elegíacos, recuperam cenas da vida e da cultura na Magna Grécia sob uma ótica feminina, raríssima no corpus da literatura em grego antigo. A tradução buscou reproduzir o metro original a partir da oposição de versos dodecassílabos e decassílabos, e do uso do enjambement como coerção sintática de leitura.
Texto estabelecido e traduzido a partir de: Paton, W. R. The Greek Anthology – vols. I, II e III. Londres: William Heinemann, 1960.

A autora: Nascida por volta de 300 a.C., na Lócria, cidade no Sul da Itália, Nósside compôs doze epigramas constantes da Antologia Grega. Além do que se entrevê por seus poemas, muito pouco se sabe sobre sua vida pessoal. Inspirada pelo estilo e pelos temas de Safo, a poeta foi considerada "rival das Musas" pelos poetas epigramáticos do período helenístico 323-31 d.C.).

O tradutor: Rodrigo Bravo é professor e tradutor, bacharelando em Letras Clássicas pela USP. Desenvolve pesquisa em tradução poética. Além de artigos e um livro sobre o tema, também produziu traduções de poemas em inglês (Shakespeare), japonês (Basho), alemão (Jandl), latim (Catulo) e grego (Rufino).



☞ NÓSSIDE. Epigramas | Ἐπιγράμματα. Trad. Rodrigo Bravo.
(n.t.), n. 13, v. 2, dez. 2016, pp. 09-15.


© (n.t.) Revista Literária em Tradução
ISSN 2177-5141