PRÉVIA (n.t.) 4º

Don Juan: Dedicatória a Robert Southey
Dedication to Robert Southey, Esq.

Lord Byron

O texto: As dezessete estrofes aqui recriadas foram originalmente suprimidas das primeiras edições do Don Juan de Byron, a partir de 1819. Foram publi-cadas em 1834, na 1ª edição das obras completas do poeta. Já deviam circular, todavia, nas piratarias e paródias que se aproveitavam da onda de popularidade que propelia o poema – clandestino desde o berço, pois fora publicado, inicialmente, em espalhafatoso e pouco secretivo anonimato. Anonimato que fez Byron julgar de mal tom publicar esse duríssimo (conquanto hilário) ataque nominal aos contemporâneos Lake Poets. A principal vítima dessa dedicatória é o poeta e historiador britânico Robert Southey. Menos expressivo que os outros nomeados, Southey foi, contudo, um dos mais notáveis brasilianistas britânicos, autor da primeira história do Brasil em língua inglesa. O tônus da sátira de Byron, entretanto, não era dirigida nem a erudição do historiador nem a medio-cridade do poeta: Byron ridicularizava, em Southey e nos demais, a trajetória de uma juventude politicamente contestadora e uma maturidade conformista. No decorrer do texto a crítica literária se extrapola para uma crítica do imperialismo britânico no cenário convulso da Europa pós-napoleônica.
Texto traduzido: Byron, George Gordon. Don Juan: a new edition. Boston: Philips, Samson & Co., 1858; e “Don Juan”. The Works of Lord Byron, Vol VI. Disponível em: www.gutenberg.org

O autor: George Gordon Noel, o sexto Barão Byron (1787 - 1824), foi dos escritores ingleses de maior popularidade e influência no século XIX. Aristocrata, e ‘protocelebridade’: a vida de Byron foi, ela mesma, maior do que a própria vida; vinda a terminar em tragicômico ataque de disenteria enquanto o poeta movia as tropas que financiara em favor da luta pela independência da Grécia. Poeta ‘bestseller’, deixou inacabada sua obra prima – o Don Juan, fragmento épico de altíssima comédia e um dos bastiões máximos da literatura em língua inglesa.

O tradutor: Roberto Mário Schramm Jr. é mestrando no Programa de Estudos da Tradução da Universidade Federal de Santa Catarina. Dedica-se à tradução do Don Juan de Byron em versos lusófonos: uma recriação (ou recreação) da comédia byroniana em oitava rima.



☞ BYRON, Lord. Don Juan: Dedicatória a Robert Southey | Dedication to Robert
Southey, Esq.
Trad. Roberto Schramm Jr. (n.t.), n. 4, v. 1, mar. 2012, pp. 43-77.


© (n.t.) Revista Literária em Tradução
ISSN 2177-5141