PRÉVIA (n.t.) 9º

Poemas Celestiais | 游仙诗
Li Bai, Wang Wei e Yu Xuanji

O texto: A Dinastia Tang (618-915) é considerada o auge da cultura clássica chinesa. Foram cerca 300 anos de uma sociedade caracterizada por uma vida urbana intelectual e esteticamente sofisticada. A produção poética do período surpreende pela quantidade e qualidade. A popular antologia Poemas completos da Dinastia Tang, compilada no século XVII (Dinastia Qing), por ordem imperial, contém cerca de 50 mil poemas, escritos por 2.200 autores, dentre os quais estão 190 mulheres. Dentre os nomes mais notáveis desse período, encontram-se Li Bai (Li Po), Wang Wei e Yu Xuanji.
Edição de referência: Antologia da poesia clássica chinesa (Dinastia Tang). Trad. de Ricardo Primo Portugal e Tan Xiao. São Paulo: UNESP, 2013.

A seleção: Li Bai (701-762), o maior poeta romântico da dinastia Tang, conhecido pelas imagens inusitadas e o pensamento taoista de sua poesia; Wang Wei (701-761), um dos artistas mais completos de seu tempo, poeta e pintor de renome, conhecido como o “poeta de Buda”; e Yu Xuanji (c. 844-869 ou 871), monja taoista e cortesã, considerada a primeira poetisa feminista da poesia chinesa. Os textos desses autores são exemplos de um tipo bastante praticado no período: poemas que desenvolvem o imaginário e o ambiente mitológico celestial e de elevação pela meditação em meio à na-tureza, relativos às tradições religiosas taoista e budista.

Os tradutores: Ricardo Primo Portugal é escritor e diplomata, graduado em Letras pela UFRGS. É autor dos livros Indian Village e outros poemas (Cailun-Simplíssimo, 2013); Dois outonos – haicais (Edições Castelinho, 2012); Zero a sem – haicais (7Letras, 2011); DePassagens (Ameop, 2004), dentre outros. Coorganizador da Antologia poética de Mário Quintana (EDIPUCRS, 2007); cotradutor e organizador da Poesia completa de Yu Xuanji (UNESP, 2011, finalista do 54º Prêmio Jabuti) e da Antologia da poesia clássica chinesa - Dinastia Tang (UNESP, 2013), em parceria com Tan Xiao.
Tan Xiao é professora de chinês da Universidade Católica do Equador. Graduada em Letras pela Universidade Zhong Nan, Changsha, Hunan, República Popular da China. Estudou português na UnB. Foi intérprete e tradutora português-chinês da Embaixada do Brasil em Pequim. Mestre em linguística pela Universidade de Línguas Estrangeiras de Guangdong.



☞ A/V. Poemas Celestiais | 游仙诗. Trad. Ricardo Primo Portugal
e Tan Xiao. (n.t.), n. 9, v. 2, set. 2014, pp. 09-35.


© (n.t.) Revista Literária em Tradução
ISSN 2177-5141