PRÉVIA (n.t.) 10º

Sejamos como o Sol | Будем как Солнце
Konstantin Balmont

O texto: Seleção de poemas a partir dos livros Будем как солце (Sejamos como o sol), considerada a principal obra de Konstantin Balmont, e Полное собрание стихов (Seleção completa de poemas). Muitos dos poemas chegaram a ser considerados “obscuros” e “apocalípticos”, enquanto outros, censurados e reescritos para publicação. A principal característica dos versos é a riqueza de aliterações, a flexibilidade rítmica e a musicalidade.
Textos traduzidos: Балмонт, Константим Дмитриевич. Будем как солце. Москава. Скорпион, 1903. Балмонт, Константим Дмитриевич. Полное собрание стихов. Том четвёртыйю. Москава. Скорпион, 1903.

O autor: Konstantin Dmitrievitch Balmont (1867-1942) foi um poeta e tradutor russo, descendente de uma família de nobres de origem escocesa. Seu nome se destaca como um dos mais importantes do Século de Prata da poesia russa, sendo ele considerado o fundador do Simbolismo no país. Começou a escrever ao final dos anos 1890, sendo reconhecido por volta de 1903, após publicar inúmeros livros de poesia. Foi colaborador do jornal Vida Nova, ao lado de Máximo Gorki. Traduziu para o russo Poe, Verlaine, Baudelaire, Heine, Musset, Wilde, Calderón de la Barca, Tirso de Molina, entre outros. Em 1920 se estabeleceu na França, escrevendo para jornais e revistas. Viveu exilado nos últimos anos de sua vida e em extrema pobreza, morrendo em Noisy-le-Grad, subúrbio de Paris.

A tradutora: Verônica Filíppovna é doutoranda em Ciência da Literatura e mestre em Poética pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Membro do conselho editorial da Revista Tempo Brasileiro. Para a (n.t.) já traduziu Marina Tsvetáeva e Ossip Mandelstam.



☞ BALMONT, Konstantin. Sejamos como o Sol | Будем как Солнце.
Trad. Verônica Filíppovna. (n.t.), n. 10, v. 1, jun. 2015, pp. 48-86.


© (n.t.) Revista Literária em Tradução
ISSN 2177-5141