PRÉVIA (n.t.) 3º

O tamanho de minha esperança | El tamaño de mi esperanza
Jorge Luis Borges

O texto: Em 1926 aparece em Buenos Aires El tamaño de mi esperanza. O livro toma o nome do ensaio que abre a série de textos que exibem uma das grandes preocupações que acompanham Borges nos anos posteriores ao seu regresso à Argentina em 1921: a problemática da identidade de seu povo. Os ensaios “El tamaño de mi esperanza”, “La pampa y el subúrbio son dioses” e “Carriego y el sentido del arrabal” exibem as inquietações borgeanas frente à heterogeneidade dos setores sociais (criollos, gaúchos, gringos, cidadãos do interior, etc.) que conformam uma suposta argentinidade. E sobre esta, o autor dirige suas reflexões revisando os elementos que a compõem a partir uma ótica nacional, mas também universal. Assim, medita sobre Buenos Aires explorando suas margens - o arrabalde, e os espaços que lhe contrapõem - o pampa; repensa a história e os personagens lendários do país; reavalia os escritores e os cânones literários de seu tempo; e, sobretudo, reflete sobre a linguagem e uma possível língua dos argentinos.
Texto traduzido: Borges, J. L. “El tamaño de mi esperanza”. In. El tamaño de mi esperanza. Buenos Aires: Seix Barral, 1993, pp. 11-14.

O autor: Jorge Luis Borges (1899-1986), após passar a infância em Palermo, viaja para a Europa com a família (1914) e mora em diversas cidades como Genebra, Sevilha e Madri. Em 1921, retorna a Buenos Aires, onde se destaca pela publicação de seus primeiros livros de ensaios, Inquisiciones, El tamaño de mi esperanza e El idioma de los argentinos e de poemas Fervor de Buenos Aires e Luna de enfrente. Essa etapa, longe do reconhecimento mundial alcançado a partir do Prêmio Formentor e de seus inigualáveis textos como Outras inquisições, Ficções, O Aleph ou O fazedor, conforma o rico e singular período borgeano conhecido como criollismo-universal.

Os tradutores: Luciano Melo de Paula é licenciado em Letras Português e Espanhol e mestre em Letras e Linguística pela UFG. Foi professor na Universidade de Santiago de Compostela/Espanha, na UFG e na UEG. Atualmente é professor na Universidade Federal da Fronteira Sul – UFFS. É membro do grupo de estudos Trânsitos Literários da UFFS.
Santo Gabriel Vaccaro é graduado em Procuração e Direito pela Universidad Nacional de La Plata - UNLP, Licenciado e Bacharel em Letras e Mestre em Literatura pela UFSC. Atualmente é doutorando em Literatura da UFSC e professor na UFFS. É membro do Núcleo Juan Carlos Onetti de Estudos Literários Latino-Americanos da UFSC e do grupo de estudos Trânsitos Literários da UFFS.



☞ BORGES, Jorge Luis. O tamanho de minha esperança | El tamaño de mi esperanza.
Trad. Luciano M. de Paula e Santo G. Vaccaro. (n.t.), n. 3, v. 2, set. 2011, pp. 164-170.


© (n.t.) Revista Literária em Tradução
ISSN 2177-5141