PRÉVIA (n.t.) 12º

Do cálice dourado | Aus goldenem Kelch
Georg Trakl

O texto: Os três textos aqui traduzidos foram integrados à coletânea de escritos de juventude de Georg Trakl publicada por Erhard Busch-beck em 1939, sob o título Do cálice dourado. Trata-se, na verdade, do título comum dado pelo poeta às peças “Barrabás – uma fantasia” e “Maria Madalena – um diálogo”. Essas versões traklianas dos dois famosos episódios bíblicos revelam o envolvimento do poeta com o imaginário cristão e antecipam o lirismo com que o tratou em seu universo poético maduro. “Abandono”, por sua vez, já traz o tom melancólico e as poderosas imagens de sua prosa poética, centrados em torno a um castelo em ruínas habitado apenas por um velho conde imerso em nostalgia.
Textos traduzidos: Trakl, Georg. Aus goldenem Kelch: Barrabás – eine Phan-tasie; Aus goldenem Kelch: Maria Magdalena – ein Dialog; Verlassenheit.
Edição de referência: Georg Trakl – Das Dichterische Werk auf Grund der historisch-kritischen Ausgabe von Walther Killy und Hans Szklenar. München: Deutscher Taschenbuch, 1987.

O autor: Nascido em Salzburgo, Áustria, em 1887, Georg Trakl é con-siderado um dos maiores poetas líricos de língua alemã do século XX. Foi militar e farmacêutico, o que favoreceu seu vício em drogas alucinógenas, cujos efeitos se refletiram em sua lírica. Expressionista de sensibilidade romântica, Trakl deu voz a um profundo desencanto com o mundo moderno, uma religiosidade desesperançada e uma aguda percepção do sofrimento humano. Durante serviço ativo na 1ª Guerra, morreu vitimado por overdose de cocaína em um provável suicídio, após – desassistido e com poucos suprimentos – ter sido responsável por dar cuidados, por dois dias e noites, a cerca de noventa soldados feridos na batalha de Grodeck (1914).

A tradutora: Laura de Borba Moosburger é bacharel e mestre em Filosofia pela UFPR. A dissertação de mestrado “A origem da obra de arte de Martin Heidegger: tradução, comentário e notas” foi seu primeiro trabalho em tradução. Atualmente, realiza doutorado pela USP, dedicando-se ao estudo e tradução das poesias de Trakl e Rilke. Para a (n.t.), traduziu Terra dos sonhos, de Trakl.



☞ TRAKL, Georg. Do cálice dourado | Aus goldenem Kelch.
Trad. Laura de Borba Moosburger. (n.t.), n. 12, v. 1, jun. 2016, pp. 152-172.


© (n.t.) Revista Literária em Tradução
ISSN 2177-5141