PRÉVIA (n.t.) 15º

O tempo dos madras | Le temps des madras
Françoise Ega

O texto: Excerto que integra o primeiro capítulo de Le temps des madras, de 1966, obra de Françoise Ega que, escrita em primeira pessoa, mescla traços memorialísticos e autobiográficos, aproximando-se do romance, do conto e mesmo de narrativas tradicionais. Nele, o leitor acompanha o olhar de uma criança que observa o movimento interno e externo do mundo que a cerca. Desde tal perspectiva, a paisagem do campo martiniquês vai sendo delineada, assim como os dramas da vida cotidiana, o estranhamento gerado pelo novo, a perda do pai e o empenho de uma mãe viúva para criar seus filhos. Mediante uma linguagem simples, marcada pela presença da oralidade, seguimos as mudanças e as transformações pelas quais passa a narradora.
Texto traduzido: Ega, Françoise. Le temps des madras. Paris : Éditions maritimes et d’Outre-mer, 1966.

A autora: Françoise Ega (1920-1978), escritora a ativista social afro-martiniquenha, nasceu em Le Morne-Rouge, na Ilha da Martinica. Conhecida por sua liderança comunitária e defesa dos imigrantes caribenhos na França, seus escritos exploram não só temas de exploração e racismo, mas também reivindicam a autonomia das mulheres francesas das Antilhas pós colonização e adentram o mundo de sua infância na Martinica, pois a autora fora criada entre uma mãe costureira e um pai guarda-florestal, entre a religião católica e as tradições locais, entre missas, curandeiros e zumbis. Na década de 1960, escreveu dois romances autobiográficos, Le temps des madras (1966) e Lettres à une noire, publicado após sua morte em 1978.

As tradutoras: Ana Carolina Nery Albino é mestra em Estudos Lusófonos pela Universidade Lumière Lyon 2, com pesquisa sobre a obra de Lima Barreto. Atualmente maître de langues na mesma universidade, dedica-se ao estudo da obra de Françoise Ega e Carolina Maria de Jesus.
Marie-Lou Lery-Lachaume é doutoranda dos Programas de Linguística e de Linguística Aplicada da Unicamp. Sua pesquisa se desenvolve na articulação entre Psicanálise, Interpretação e Tradução, especialmente na questão da escuta e das práticas translíngues.



☞ EGA, Françoise. O tempo dos madras | Le temps des madras.
Trads. Ana Carolina Nery Albino e Marie-Lou Lery-Lachaume.
(n.t.), n. 15, vol. especial, 2020, pp. 377-386.


© (n.t.) Revista Nota do Tradutor
ISSN 2177-5141