PRÉVIA (n.t.) 7º

A Oferenda | L’Offrande
Engelbert Mveng

O texto: “L’Offrande” é o último poema do livro Balafon, publicado por Engelbert Mveng em 1972. Dividido em dez partes, evoca um dos momentos mais importantes da liturgia católica, que corresponde ao instante em que são trazidos ao altar o pão e o vinho, pouco antes da prece eucarística. No poema de Mveng, a panela de barro de sua mãe, como um fruto pesado e escarlate, parece recuperar esses símbolos cristãos, embora transportados para o universo africano, com suas tribos esfomeadas, “meios-dias etiópicos” e tantãs.
Texto traduzido: Mveng, Engelbert. Balafon. Éditions CLE, Yaoundé (Cameroun), 1972.

O autor: Engelbert Mveng nasceu em Enam-Ngal, próximo à capital Iaundê, da República dos Camarões, em 1930. De formação católica, foi seminarista em Djuma, na República Democrática do Congo, antes de seguir para a Bélgica onde estudou Filosofia. Ligado à ordem jesuíta, voltou à Europa posteriormente para continuar seus estudos em Teologia e ordenar-se padre em 1963. De retorno aos Camarões, Mveng foi um ativo intelectual católico, autor de Théologie, libération et cultures africaine (1996) – livro no qual descreveu o processo de colonização da África como um holocausto – e de uma História dos Camarões (1963). Em 1995, foi assassinado em sua residência.

O tradutor: Pablo Simpson nasceu no Rio de Janeiro. É poeta, autor de Mitologias (2003). Doutor em Teoria e História Literária pela Unicamp, pós-doutor em Literatura Geral e Comparada pela Université Paris III - Sorbonne Nouvelle/ Fondation Maison des Sciences de l’Homme, organizou e traduziu O Rumor dos cortejos, poesia cristã francesa do século XX (Editora da Unifesp, 2013). É professor do Departamento de Letras Modernas da Unesp/Ibilce.



☞ MVENG, Engelbert. A Oferenda | L’Offrande.
Trad. Pablo Simpson. (n.t.), n. 7, v. 2, set. 2013, pp. 87-97.


© (n.t.) Revista Literária em Tradução
ISSN 2177-5141