PRÉVIA (n.t.) 7º

A jornada de um neurastênico | La giornata di un nevrastenico
Dino Campana

HQ Literária


Na HQ "A jornada de um neurastênico" (1914), o poeta italiano Dino Campana é um personagem em off que toma forma a partir de suas visões fantasmagóricas da cidade de Bolonha, a qual narra com estranha delicadeza, assombrado por pensamentos e pela realidade transfigurada que o circunda. A neblina faz surgir uma cidade aterradora, e em meio a divagações, o poeta, que por ela transita, a redescobre. Os relampejos de memória e suas amargas constatações são surpreendidos por figuras mágicas e infernais, de Ofélia a Satã, que capturam seus sonhos, condenando-o a uma perseguição ilusória e labiríntica. Os ambientes expressivos e as alegorias fantásticas constroem o universo do poeta maldito, dando forma a um dos mais conhecidos poemas em prosa do Novecento italiano. Quadro a quadro, em sua "jornada", Campana conduz o leitor pela ruas seculares de Bolonha, evocando, no caminho, poetas como Dante e Baudelaire.



☞ CAMPANA, Dino. A jornada de um neurastênico | La giornata di un nevrastenico. Trad. Gleiton Lentz. HQ de Aline Daka. (n.t.), n. 7, v. 2, set. 2013, pp. 337-348.


© (n.t.) Revista Literária em Tradução
ISSN 2177-5141