PRÉVIA (n.t.) 9º

Se | Eğer
Can Yücel

O texto: A poesia de Can Yücel é conhecida por sua escrita aberta e ho-nesta, que versa sobre temas variados, da natureza às pessoas, dos eventos cotidianos às ideias, através de termos e palavras próprios de uma língua simples e popular. Seu texto traz, muitas vezes, expressões coloquiais e vulgares, artifício usado para aumentar a nitidez das palavras e potencializar seu efeito poético. Em sua obra, destacam-se o sentimentalismo cancioneiro e a obsessão com o verde da natureza.
Texto traduzido: Yücel, C. Bütün şiirleri. 21 kitaplar. İstanbul: İş Bankası Kültür Yayınları, 1999.

O autor: Poeta e tradutor, Can Yücel (1926-1999) foi um dos mais destacados escritores turcos do século XX. Estudou grego e latim na Universidade de Ancara, quando se aproximou da esquerda marxista e da obra de Nâzım Hikmet. Em 1971, foi preso e condenado a 15 anos por haver traduzido dois livros contendo a biografia e os discursos de Che Guevara e Mao Zedong. Na prisão, conviveu com vários intelectuais, escritores, poetas e jornalistas igualmente condenados por contrariar a política do estado. Libertado pela anistia geral em 1974, deu continuidade a seu trabalho criativo e crítica ao estado turco.

O tradutor: Leonardo da Fonseca cursou Letras Português e Espanhol na UniverCidade, Rio de Janeiro. É professor e tradutor de turco e espanhol. Para a (n.t.) já traduziu Nâzım Hikmet, Orhan Veli e Yunus Emre.



☞ YÜCEL, Can Se | Eğer. Trad. Leonardo da Fonseca.
(n.t.), n. 9, v. 2, set. 2014, pp. 36-60.


© (n.t.) Revista Literária em Tradução
ISSN 2177-5141